cistite, infecção da bexiga, urina. mulher de saúde. ginecologia. Médico. Seu amigo médico. Bate-papo médico.

Cistite: causas e tratamento

A bexiga e, em geral, todo o trato urinário têm suas próprias bactérias, mas às vezes pode acontecer que ocorram infecções nessa área que afetam preferencialmente as mulheres em uma porcentagem maior do que os homens. Vamos ver o que acontece.

O que é cistite?

A cistite é uma infecção da bexiga causada por bactérias. O fato de as mulheres sofrerem mais se deve, em parte, ao fato de sua uretra ser mais curta e mais próxima do ânus, daí os microrganismos chegarem mais facilmente à vagina e, posteriormente, à uretra e à bexiga.

A maior incidência da doença ocorre em mulheres entre 20 e 40 anos, sexualmente ativas. Nos homens é mais fácil encontrar casos depois dos 50, devido ao aumento dos problemas de próstata.

Causas da cistite

A infecção decorre da presença de certos tipos de bactérias na região da bexiga urinária, sendo a Escherichia Coli a que mais casos produz. A vagina e a uretra têm suas próprias bactérias que estão presentes regularmente, mas podem ser alteradas pelo uso de antibióticos, anticoncepcionais ou doenças genitais.

Alguns patógenos sobem para a bexiga após a mesma relação sexual, resultando em uma infecção.

Existem fatores que favorecem o aparecimento de cistite:

  • Nas relações sexuais, se ocorrerem mudanças de parceiro.
  • Uma relação raramente vigorosa.
  • Uso de preservativo não lubrificado ou espermicida para contracepção.
  • Falta de evacuação de urina, antes e depois da relação sexual.
  • À medida que a idade da mulher aumenta, a probabilidade de contrair cistite aumenta, especialmente durante períodos como a menopausa.

Sintomas de cistite

  • Micção difícil ou incompleta, com queimação ou dor no início ou no final.
  • Urinar repetidamente e com muita freqüência, com moderação.
  • Sensação de vontade de urinar, mesmo que em pequena quantidade.
  • Urina escura com odor desagradável.
  • Presença de sangue nele.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico de cistite pode ser feito a partir de uma amostra de urina da parte média da micção, por meio de um sedimento da mesma.

A realização de ultrassom ou cistoscopia é reservada para os casos em que há sangue na urina e outras patologias devem ser descartadas.

É tratada com antibióticos para eliminar as bactérias causadoras da doença, aliviar os sintomas e prevenir complicações ou cronificação do processo.

Para prevenir a cistite, é conveniente:

  • Para fazer uma dieta balanceada.
  • Beba entre 6 e 8 copos de água por dia.
  • Urine frequentemente sem se conter.
  • Urinar após a relação sexual para expelir qualquer bactéria que possa ter sido introduzida.
  • Não use roupa de banho molhada fora da água por muito tempo.

*Conteúdo validado pela equipe médica mediQuo.

Você precisa consultar um especialista? Consulte no chat.

Consulte agora mediQuo

Você tem mais perguntas?

Resolva suas dúvidas imediatamente perguntando ao profissionais de saúde

Deixe uma resposta