Corrimento vaginal, doutor, seu amigo médico. Bate-papo médico. Saúde. Auris Andrade

Tipos e cores do corrimento vaginal: significado e quando se preocupar

O corrimento vaginal é um corrimento normal do corpo feminino. Neste artigo da nossa especialista, Auris Andrade, ela vai explicar qual a função do corrimento vaginal, o que indica a sua cor e quais as causas que deve controlar para se manter alerta.

Geralmente é esbranquiçado ou transparente, ao secar o líquido evapora e deixa um sólido esbranquiçado ou amarelado que pode apresentar uma crosta. Isto é absolutamente normal, desde que o seu corrimento seja: inodoro ou com um cheiro ligeiramente salgado, e que não seja acompanhado de coceira ou ardor.

O corrimento vaginal desempenha um papel importante no sistema reprodutor feminino. Esse fluido geralmente claro e aquoso ajuda a manter a vagina limpa e a prevenir infecções.

É produzida pelas glândulas da vagina e do colo do útero e está envolvida no transporte de células e bactérias. É normal que essas descargas aumentem com exercícios, excitação sexual, fases de ovulação, uso de pílula anticoncepcional e estresse emocional.

A cor e a espessura dos fluxos vaginais podem indicar os motivos dessas mudanças, vou detalhar os seguintes tipos de fluxos normais:

  • O fluxo da clara do ovo: é um sinal de que você está prestes a ovular. Esse fluxo tem a consistência perfeita para permitir que os espermatozoides penetrem no cervix (colo do útero) e auxilia no processo de fertilização. O muco cervical que se estende entre as pontas dos dedos quando separado significa que você está fértil!
  • O fluxo cremoso: antecede os fluxos férteis (tipo clara de ovo). Esse tipo de fluxo pode ser observado antes da ovulação ou depois, logo antes da menstruação. Fique de olho no muco cervical durante o ciclo e observe quaisquer alterações.

Agora, o que causa um corrimento vaginal anormal? Pode ter várias causas, sendo a mais frequente a infecciosa;

  • Vaginose bacteriana (secreção com odor de peixe)
  • Infecção por fungos – infecção por fungos (a secreção é granulosa, como leite cortado)
  • Tricomoníase (secreção amarela / esverdeada e espumosa)

Outras causas que te mantém alerta ao experimentar um fluxo diferente do normal:

  • O uso de antibióticos, pílulas anticoncepcionais ou esteróides.
  • Uso frequente de duchas, sabonetes, banhos de espuma ou loções perfumadas.
  • Doenças como; Diabetes, câncer cervical.
  • Doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia ou gonorreia (corrimento vaginal com sangue).
  • Infecção pélvica após cirurgia ou doença inflamatória pélvica.
  • Atrofia vaginal, afinamento e ressecamento das paredes vaginais durante a menopausa.

Um aumento atípico na quantidade de seu corrimento, alterações na cor, odor ou textura do corrimento vaginal, corrimento com sangue; irritação, coceira ou queimação na pele genital, dor na região inferior do abdômen ao urinar, indica que você deve consultar um médico para uma melhor avaliação e possível tratamento.

*Conteúdo validado pela equipe médica da mediQuo.

Têm dúvidas?

Consulte agora mediQuo

 

 

Você tem mais perguntas?

Resolva suas dúvidas imediatamente perguntando ao profissionais de saúde

2 comentarios

  1. Tamiris 31/08/2020 a las 12:02 pm

    Como eu faço pra saber sobre u escorrimento

    1. mediQuo 01/09/2020 a las 11:45 pm

      Olá Tamaris. Consulte nossos consultores/médicos no chat. Baixe o aplicativo neste link https://bit.ly/2AXP9Dk, estamos esperando por você!

Deixe uma resposta