quando posso tomar a pílula do dia seguinte. doutor, saúde. gravidez. MediQuo

Tomei a pílula do dia seguinte. Agora o que faço?

A pílula do dia seguinte é um método de prevenção da gravidez de emergência (contracepção). O objetivo da contracepção de emergência é prevenir a gravidez depois que uma mulher fez sexo desprotegido ou quando seu método contraceptivo falhou. Auris Andrade, especialista em obstetrícia e ginecologia, esclarece as dúvidas deste artigo.

A pílula do dia seguinte destina-se a ser apenas um contraceptivo de reserva e não deve ser usada como método contraceptivo regular, portanto, tomá-la mais cedo não tem efeito. É muito importante saber que este medicamento só funciona quando administrado após sexo com penetração.

Importante destacar; as pílulas do dia seguinte não interrompem uma gravidez que foi implantada, elas atuam principalmente retardando ou prevenindo a ovulação. Além disso, a pílula do dia seguinte pode falhar, mesmo quando usada corretamente, e não oferece proteção contra doenças sexualmente transmissíveis. Quanto mais próxima a dose após uma relação sexual de risco, maior será a eficácia das pílulas. Portanto, a recomendação é tomar a pílula do dia seguinte o mais rápido possível, após a relação sexual desprotegida, em até 72 horas.

Consumir muito a pílula do dia seguinte ou pílula de emergência, pode causar sangramento prolongado no ciclo menstrual e até anemia, só se recomenda tomar duas ou três vezes ao ano e não mais, pois contém um alto grau de hormônios que desestabilizam o ciclo menstrual.

Os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte geralmente duram apenas alguns dias e podem incluir os seguintes: náuseas ou vômitos, tontura, fadiga, dor na região inferior do abdômen ou aumento da sensibilidade mamária. Depois de tomar a pílula, o ciclo menstrual é alterado e manchas ocorrem dias depois. Porém, é algo temporário que não tem importância, embora não deva se estender por mais de uma semana, caso contrário, você deve procurar atendimento médico.

O que devo fazer?

  • Não faça sexo antes de iniciar outro método anticoncepcional. A pílula do dia seguinte não oferece proteção duradoura contra a gravidez. Se você tiver relações sexuais desprotegidas nos dias e semanas após tomar a pílula do dia seguinte, corre o risco de engravidar. Certifique-se de iniciar ou retomar o uso de métodos anticonceptivos.
  • Usar a pílula do dia seguinte pode atrasar sua menstruação por até uma semana. Se você perder seu período dentro de três a quatro semanas após tomar a pílula do dia seguinte, faça um teste de gravidez.

*Conteúdo validado pela equipe médica da mediQuo.

Têm dúvidas?

Consulte agora mediQuo

 

 

Você tem mais perguntas?

Resolva suas dúvidas imediatamente perguntando ao profissionais de saúde

Deixe uma resposta